carregando...
COMDEUS | Comunidade Maria Mãe de Deus
 
Reflexão 17º Domingo do Tempo Comum - Ano C - 2016
alt

A pessoa de Abraão, além de ser nosso pai na fé, é um exemplo maravilhoso de relacionamento com Deus. Vê-se em Abraão um homem maduro em sua fé, que dialoga com Deus em uma grande intimidade, mas sem exceder de sua posição de servo. É uma pessoa que conhece seu lugar, mas se atreve a ser um intercessor e se colocar a favor dos outros com uma suprema humildade e uma notória ousadia. Realmente é um exemplo e ao mesmo tempo a base de toda a fé. Temos uma base firme. De uma grandeza que sustenta toda a fé que vem depois dele. Quando Deus promete uma descendência como as estrelas do céu (Gn 15,5), realmente Deus sabe em quem pôs sua confiança.

Abraão almejou, mas não viu a vinda do salvador, mas certamente o Espírito Santo agia nele como uma força e o levava a comungar com Deus em sua intimidade. Agora! Nós estamos no tempo do Espírito Santo que Cristo conquistou na Cruz e somos agraciados com o Batismo que nos configura a Cristo em sua morte e nos ressuscita para uma vida nova. Temos muito mais que Abraão, então o que falta para temos a intimidade que Abraão tinha?

Leia mais...
 
Reflexão 16º Domingo do Tempo Comum – Ano C – 2016
alt

A visão dos três anjos visitando Abraão próximo ao carvalho de Mambré é algo maravilhoso. Vejamos bem esta cena: Os três homens, são anjos de Deus, que vem até Abraão que, em nossa visão hoje, representa a Santíssima Trindade. Uma visita divina e Abraão percebe quem são os visitantes e os trata com a maior presteza oferecendo o que de melhor pode lhes dar, diante de uma súplica: “Meu Senhor, se ganhei tua amizade, peço-te que não prossigas viagem, sem parar junto a mim, teu servo”. Refletir sobre esta visita nos faz inebriar com a presença de Deus junto de Abraão, mas nós temos muito mais que Abraão! Este e o pai de nossa fé, mas não tinha a salvação como nós temos hoje com Jesus Cristo e ele também não era possuidor da presença do Espírito Santo como nós o temos hoje como presença. Então o Senhor não só nos visita como somos templos do Espírito Santo. O que falta? Intimidade? Docilidade? Dedicação de tempo de oração pessoal? A busca de uma vida mística? Certamente tudo isso e muito mais – Um desejo ardente de estar em comunhão profunda com nosso Senhor e experimentar seus carinhos.

Leia mais...
 
« InícioAnterior12345678910PróximoFim »

Página 1 de 85
Banner
Banner